ExpoAlumínio traz inúmeras soluções que mostram a versatilidade e a importância econômica do

04 set 2018

Evento prossegue até amanhã, dia 5, e apresenta aos visitantes o uso do alumínio para a fabricação de lanchas, móveis e residências, entre outras aplicações
 
O alumínio é um material extremamente versátil, durável e 100% reciclável. Prova disso são as diversas aplicações feitas pela indústria e que estão sendo apresentadas pelos expositores da ExpoAlumínio – Exposição Internacional do Alumínio, organizada pela Associação Brasileira do Alumínio (ABAL) e promovida pela Reed Exhibitions Alcantara Machado, no São Paulo Expo. Até amanhã, dia 5, os visitantes poderão ver na prática, como o metal está sendo utilizado pela indústria na fabricação de lanchas, móveis e em diferentes itens que fazem parte do dia a dia das pessoas.
“Formatamos a feira para mostrar ao público de diversos segmentos o quanto o alumínio é versátil, agrega valor aos produtos, é sustentável e possui grande potencial de crescimento. A ExpoAlumínio faz parte de uma ampla comunidade global de seis eventos Aluminium da Reed Exhibitions Alcantara Machado em três continentes, que envolvem mais de 60 mil visitantes e três mil expositores, posicionando o Brasil como um importante player do setor no mercado mundial”, salienta o diretor da ExpoAlumínio, Leandro Lara.
Atuando no mercado offshore, a Force One migrou a sua produção em 100% para o alumínio como matéria-prima por ser um material mais nobre, resistente e seguro para a construção de seus barcos de serviços e esporte e lazer. “Estamos na ExpoAlumínio e trouxemos para a exposição uma de nossas lanchas para chamar a atenção dos grandes players fabricantes de alumínio. O mercado náutico brasileiro é extremamente promissor, visto que menos de 5% dos estaleiros utilizam o metal. Com isso, há uma possibilidade de crescimento muito grande em termos de venda de alumínio para a indústria náutica que eu considero um mercado virgem, ainda inexplorado”, aponta o executivo da empresa Gontran Parente.
Graças ao alumínio, os barcos se tornam mais leves e são considerados os mais velozes do Brasil para navegação em alto mar. “O metal, utilizado desde a estrutura até bancos, piso e cooler, traz uma rigidez que o conjunto precisa, tornando-o mais seguro. Além disso, precisa de apenas 1/5 do espaço para se construir um barco de alumínio se comparado com outras técnicas construtivas porque não é necessário molde”, explica.
Outro fator positivo é que a construção do barco do alumínio não gera resíduos, pois pode ser reciclado. “Além disso, não há emissão de poluentes, porque o único processo é de corte e solda, num barco com vida útil de mais de 50 anos e com um custo mais baixo de produção”, conclui.
 
Faça seus móveis com design exclusivo
Já imaginou ter uma mini fábrica de móveis dentro de sua casa ou apartamento? A Print Mobi apresenta no espaço Cluster Startup Inovação na ExpoAlumínio móveis feitos com impressão 3D desktop e perfis de alumínio. “Desenvolvemos uma linha de conectores de tamanhos pequenos, impressos em uma área de até 20 cm³. Encaixados com perfis de alumínio, resultam em estruturas robustas, leves, fáceis de montar como num ‘Lego’, e que viabilizam a construção de bancos, mesas, estantes, nichos, prateleiras, aparadores, racks, entre outros”, explica o empresário Mateus Machado.
Além da venda local dos móveis físicos, no varejo e no atacado, o principal modelo de receitas da Print Mobi é licenciar os projetos dos conectores de forma unitária ou por meio de um modelo de assinatura. “Queremos transformar todos os proprietários de impressoras 3D domésticas em micro fabricantes de móveis, com design bacana, preço justo e altamente customizável pelo cliente final”, enfatiza.
 
Alumínio no dia a dia
Painéis fotovoltaicos para geração de energia, revestimentos para ambientes internos e para a fachada, placas para serem usadas no piso. Estas são apenas algumas das aplicações do alumínio em exibição na "Casa do Alumínio – uma experiência de arquitetura, arte e design", projeto aberto ao público na ExpoAlumínio, que mostra os usos desse versátil metal em uma residência e sua presença em nosso cotidiano.
A casa cenográfica ocupa um espaço com 100 m² na entrada do evento, composta por espaços como quarto, copa, living, banho, varanda e garagem. A entrada é gratuita e os visitantes ampliam a sua experiência por meio de conteúdos em tablets e vídeos curtos, que explicam os benefícios e aplicações do alumínio em cada item da casa. Assim, podem conhecer mais sobre arte e design, a história do metal e seu uso em transportes, embalagens, utilidades domésticas e construção civil.
O projeto é uma realização do Ministério da Cultura-Lei Rouanet e da Quattro Projetos, com chancela da Associação Brasileira do Alumínio (ABAL) e patrocínio das empresas associadas: Alcoa, Companhia Brasileira do Alumínio (CBA), Hydro e Novelis.
 
Grandes players do mercado apostam na ExpoAlumínio
A Norsk Hydro, líder global, considera que a ExpoAlumínio é um dos eventos mais importantes para reforçar o uso estratégico do alumínio como elemento para o desenvolvimento industrial, inovação contínua e modernização de produtos. “Esta é uma oportunidade para construir relacionamentos com clientes, dialogar com fornecedores e apresentar nosso portfólio e nossa contribuição para o desenvolvimento da indústria no Brasil”, analisa John Thuestad, Vice-Presidente Executivo de Bauxita & Alumina da Hydro no Brasil.
A Novelis, líder mundial em laminados e reciclagem de alumínio, apresenta soluções na aplicação do metal para os segmentos automotivo, latas para bebidas, embalagens, construção civil e transporte. Segundo Augusto Nogueira, vice-presidente Comercial da Novelis América do Sul, a empresa participa da ExpoAlumínio desde a primeira edição com o intuito de promover o uso do metal em diversas indústrias. Além de embalagens e construção civil, o alumínio confere mais leveza aos veículos, oferecendo uma estrutura de alta resistência, gerando mais benefícios, como maleabilidade, soldabilidade e durabilidade, se comparado a outros materiais. “As exigências ambientais para utilização de produtos que agridam menos o meio ambiente têm aumentado cada vez mais a procura por chapas de alumínio, uma vez que o metal é infinitamente reciclável, aumentando o valor agregado dos produtos. Por isso, nossa participação em eventos é fundamental para o desenvolvimento de novas aplicações para a indústria como um todo”, conclui Nogueira.
 

Indústria brasileira investirá ‘pesado’ em alumínio para reduzir o peso dos automóveis nos próximos anos
Até 2025, motores de carros nacionais deverão atingir média norte-americana, que hoje utiliza 215 quilos do metal na fabricação dos motores dos veículos
 
Para aumentar a competitividade no mercado, as montadoras estão cada vez mais empenhadas em fabricar veículos leves, econômicos e com melhor qualidade. Por isso, nos próximos anos, a indústria automotiva deve investir cada vez mais no uso do alumínio como matéria-prima. Este foi um dos temas debatidos no painel “Economia Circular e Reciclagem”, realizado na segunda-feira (03), no 8º Congresso Internacional do Alumínio. O evento, que ocorre simultâneo à ExpoAlumínio – Exposição Internacional do Alumínio, vai até dia 05 de setembro.

De acordo com Jairo Cândido, gerente de Qualidade do Grupo Recicla BR, atualmente, a média do uso do alumínio nos motores nacionais é de 90 quilos. A perspectiva é que, em 2025, esse valor atinja 215 quilos do metal, que nos carros norte-americanos e europeus já são realidade.

“O Brasil está passando por uma transformação tecnológica e temos condição de produzir o mesmo nível dos carros importados. As peças automotivas para fundição já são 100% recicladas e conseguimos trabalhar com uma única fusão, entregando matéria-prima direto para as empresas injetarem. Todas a peças passam por testes e ensaios, tanto nossos, como de clientes, e todas elas alcançam resultados com êxito”, aponta.
 
Economia circular
A founder do Exchange 4 Change, Beatriz Luz levou os participantes a uma reflexão sobre o atual modelo de economia circular, que se utiliza de recursos não renováveis, de uma cadeia compartimentada, obsolescência programada e um olhar limitado.

Segundo ela, o alumínio está sendo destacado como pioneiro na economia circular, por ser um material permanente, que no processo de reciclagem não perde nenhuma característica.

“Será que estamos protegendo o meio ambiente se destruirmos menos? Será que se produzirmos mais com menos estamos deixando de impactar o meio ambiente ou apenas retardando a escassez de recursos naturais? Ser eficiente não é mais suficiente. Temos que ser efetivos com um olhar mais ampliado na cadeia de valor. Quando pensamos em sustentabilidade, na visão da economia circular a redução do impacto é uma consequência desse novo modelo de negócio, que vai além do processo de produção e fluxo de materiais. Não adianta só pensar no resíduo, é preciso pensar o redesign, no início da cadeia, reavaliar o processo produtivo, rever valores e relações, além de redefinir produtos e consumos”, enfatiza.

O painel “Economia Circular e Reciclagem” contou ainda com a participação de Tadzo Queiroz, gerente adjunto da FINEP - Financiadora de Estudos e Projetos;  Marcelo Gonçalves, da Alpina Consultoria; Ayrton Filleti, da Intelectus Projetos Consultoria; Edison Marcelo Serbino, consultor da Qualidade da Volkswagen do Brasil; João Inácio Graciolli, diretor-técnico da Rrometal Componentes; Renault Castro, presidente-executivo da Associação Brasileira dos Fabricantes de Latas de Alumínio (Abralatas) e Valdinei Ferreira da Silva, engenheiro de Desenvolvimento de Produto da Embraer.

Sobre a ExpoAlumínio
A ExpoAlumínio integra a comunidade global de eventos Aluminium: um portfólio global de eventos do setor, que promove negócios e conteúdo para a indústria do alumínio e seus profissionais ao redor do mundo. O grupo conta com seis eventos que ocorrem em seis países diferentes. Ao todo, os eventos espalhados pelo mundo reúnem mais de 60 mil visitantes e três mil expositores.
No Brasil, a ExpoAlumínio é realizada pela Associação Brasileira do Alumínio – ABAL, também responsável pela curadoria do Congresso Internacional do Alumínio, e promovida pela Reed Exhibitions Alcantara Machado.  
A organização do evento espera receber 10 mil visitantes para conferir as principais novidades de 140 marcas nacionais e internacionais de países como Espanha, Canadá, China, Estados Unidos e Itália.
 
Sobre a ABAL
Fórum legítimo do setor, desde 1970, a Associação Brasileira do Alumínio defende os interesses das empresas que atuam diretamente ou dependem da indústria do alumínio. A entidade representa o setor junto ao governo e à sociedade, além de participar de fóruns e eventos relacionados aos negócios de seus associados. Mantém, ainda, parceria com federações e outras associações para ampliar o diálogo com toda a cadeia produtiva. Disseminadora de conhecimento, a ABAL responde pela elaboração das normas técnicas para processos e produtos da cadeia do alumínio, além de contribuir com a capacitação profissional por meio de cursos, palestras e seminários em diversas áreas. É missão da entidade tornar a indústria do alumínio mais sólida, forte e competitiva.
 
Sobre a Reed Exhibitions Alcantara Machado
A Reed Exhibitions é uma empresa líder mundial na organização de feiras e eventos com atuação em 38 países e 500 eventos distribuídos pelas Américas, Europa, Oriente Médio e Ásia.
No Brasil, organiza mais de 40 feiras em todo o território nacional entre eventos de negócios e voltados ao consumidor final. Anualmente recebe mais de 5 mil expositores e mais de 1 milhão de visitantes em seus eventos.
A Reed Exhibitions Alcantara Machado está comprometida com o desenvolvimento dos mercados em que atua e com a geração de negócios a toda a cadeia.


113217
https://imprensa.reedalcantara.com.br/formularios/producao/formmidiakit.php?lang=pt&idevento=6215&cor1=71a83b&cor2=649535&cor3=ffffff

Aplicativo de Celular
O aplicativo gratuito está disponível para download nos sistemas Android e iOS.
Baixe agora



Newsletter

Preencha o formulário abaixo para receber as novidades da Expoalumínio. Fique por dentro de tudo o que acontece.

Cookies são utilizadas para operar este site e para melhorar a sua usabilidade. Os detalhes completos sobre o que são os cookies, por que os usamos e como você pode gerenciá-los, podem ser encontrados na nossa página Privacidade & Cookies. Por favor, leve em consideração que ao utilizar este site você concorda com o uso de cookies.